… e despedida a Zabalaga!

16Dec10

lembro-me quando a visitei em dezembro de 2005… recordo que fazia muito frio, que a morrinha alternava com os grossos chuviscos sempre debaixo de um céu gris, opaco…

lembro-me que Chillida Leku era mesmo um dos objectivos definidos da viagem..! e sei que Chillida me fascinava (e continua a fascinar)! aprendi com ele sobre a matéria do qual se extraía o espaço; esse espaço profundo, nada tangível, nada claro, sempre gris, opaco… essa matéria dura, penetrável apenas pelo espaço que o tempo desenha..

em Zabalaga senti-me bem… senti-me em casa!

(ao escrever sobre este passado, lembrei-me do projecto Tindaya, uma antevisão de futuro…)

Advertisements


No Responses Yet to “… e despedida a Zabalaga!”

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: