marcas del tiempo…

23Feb12

“Sospecho que el espacio, en realidad, no forma parte de nuestras preocupaciones vitales, sólo el tiempo, que se derrama y escapa entre los dedos cuando intentamos atraparlo.

 

 

 

 

 

 

 

“Os arquitectos sorriem ao ver a sua obra acabada. Mas sabendo que os arquitectos têm bastante pouco sentido de humor, o que é que os faz sorrir…? Sorriem, por acaso, pela agradável sensação de terem conseguido a sincronia das suas obras com a racionalidade do mundo; pela naturalidade com que as suas pequenas construções se incorporam no marco criado pelo Construtor do Mundo? Ou, pelo contrário, riem-se do artificial dos seus actos, do absurdo daquilo que nos rodeia, das suas pequenas obras que se incorporam no caos já existente? Sorriem vaidosamente ao sentirem-se possuidores de uma verdade que, pensam, outros desconhecem? Ou sorriem com o cinismo daquele que já sabe que tudo é inútil e que todas as pedras deste templo que foi construído cairão inexoravelmente…?

Sorriem, os arquitectos, como anjos ou como anjos caídos?”

Mansilla+Tuñón (2G, nº27; tradução livre)

Advertisements


No Responses Yet to “marcas del tiempo…”

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: