25Oct12

conferências depA

em Pinhel, hoje 21h!

O estrondoso sucesso do Museu Guggenheim, em Bilbao (Espanha), inaugurado em 1997, lançou as cidades europeias numa corrida pelas grandes indústrias deste século: a Cultura e o Turismo. Enquanto as cidades se agitam e constroem equipamentos culturais por todo o lado, importa discutir a interação desta tendência com as comunidades e o restante edificado. Tem sido sustentável a relação entre “betão e programação”? Quais os frutos reais deste investimento? Que alternativas viáveis se podem defender?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

e em Mação, 9, 10 e 11 de Novembro

Vemos no “modelo Concurso” um amigo enquanto ferramenta essencial para jovens equipas de arquitectos: ferramenta para a experimentação (essencial na fase inicial de carreira), ferramenta para a partilha metodológica e de conhecimento e, obviamente, ferramenta de assalto a um saturado mercado de trabalho. Por outro lado, participar em concursos é um acto insano e insustentável para nós, para a profissão e para o mercado… Não será melhor começar a jogar à macaca?

Advertisements


2 Responses to “”

  1. 1 Zacher

    I guess you’ll have another example to the discussion on cultural facilities when you come here :). City of Katowice made huge investment in creating cultural facilities just next to each other (so called “Culture Quarter”) we’ll se how it’s going to end up :) hopefuly good as I live just next to it ;)


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: