events, architectures & cities

08Jan14

o mais recente artigo de Inês Moreira na Artecapital:

PÓS-TRIENAL 2013 [RELAÇÕES INSTÁVEIS ENTRE EVENTOS, ARQUITECTURAS E CIDADES]

faz referência ao Tour de Lisboa que publiquei recentemente na revista A10.

Como deve a programação de um evento cíclico, e disciplinar, cruzar-se com a realidade específica do lugar que o promove/acolhe? Como evento genérico e global que privilegia a apresentação/representação “internacional”, ou, pelo contrário, privilegiando o “nacional”, divulgando-o? Claramente que existem possibilidades mistas. Porém, e ainda mais complexo, como se poderia articular um evento com a cidade que o promove/acolhe, se esta for entendida além de um receptáculo pontual de actividades culturais?

Olhando o mapa publicado em Setembro de 2013 na revista A10, ilustrando um artigo [3] de Carlos M. Guimarães, encontramos os três níveis que estamos a tentar analisar e que, parece-me, não foram ainda suficientemente explorados em Lisboa: apresenta-se a cidade de Lisboa através de alguma programação da Trienal, de alguns edifícios recentes com Arquitectura à qual recomendam uma visita, convidando ainda a deslocação aos seus limites (Almada, Cascais). Esta integração da programação cultural, com o potencial da arquitectura existente (próxima ou um pouco mais distante) e, diria mesmo, com outros eventos congéneres (por exemplo, a Experimenta Design) mereceria vir a ser explorada no futuro.

artecapital

Advertisements


No Responses Yet to “events, architectures & cities”

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: